quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Entenda e aprenda a usar a classe TField em seus programas Delphi

A classe TField (na unit DB) é um ancestral comum de todos os componentes que representam os campos de uma tabela no banco de dados (ou um dataset cujos dados foram carregados de um arquivo do tipo texto, binário ou XML). Esta classe encapsula o comportamento comum a todos os demais componentes to tipo field (campo).

Veja sua posição na hierarquia de classes do Delphi:

System.TObject
  Classes.TPersistent
    Classes.TComponent
      DB.TField

Esta classe ainda implementa as interfaces Classes.IInterfaceComponentReference e System.IInterface.

A classe TField apresenta propriedades, eventos e métodos que são usados para as seguintes tarefas:

1) Alterar o valor de um campo em um dataset;

2) Converter o valor de um campo de um tipo para outro tipo;

3) Efetuar validações nos dados informados pelos usuários para determinados campos;

4) Definir como as informações dos campos são mostradas em tempo de exibição ou para edição;

5) Calcular o valor de um campo a partir de código escrito no evento OnCalcFields do dataset;

6) Pesquisar o valor do campo a partir de outro dataset.

Em geral não criamos instâncias da classe TField diretamente. Componentes que descendem de TField são criados automaticamente a cada vez que o dataset é ativado. Estes descendentes podem ser dinâmicos (o padrão) ou persistentes. Componentes campos dinâmicos refletem as colunas dos metadados da tabela a qual pertencem no momento que o dataset é aberto. Componentes campos persistentes são criados em tempo de design usando o editor Fields, que especifica os campos no dataset, suas propriedades e a ordem em que deverão estar.

A criação de componentes de campos persistentes garante que todas as vezes que uma aplicação for executada, ela usará e exibirá as mesmas colunas, na mesma ordem, até mesmo se a estrutura física da base de dados mudar. Se uma coluna em uma tabela na qual um componente de campo persistente é baseado for excluída ou alterada, o IDE gera uma exceção em vez de permitir a abertura do dataset usando um coluna não existente ou incompatível. Se isso acontecer, devemos remover o camponente field para o campo não existente usando o editor Fields.

Um campo (field) em um dataset é sempre tratado como uma das classes descendentes de TField abaixo:

        
TADTField          TDateField         TReferenceField   
TAggregateField    TDateTimeField     TSmallIntField   
TArrayField        TFloatField        TSQLTimeStampField   
TAutoIncField      TFMTBCDField       TStringField   
TBCDField          TGraphicField      TTimeField   
TBinaryField       TGuidField         TVarBytesField   
TBlobField         TIDispatchField    TVariantField   
TBooleanField      TIntegerField      TWideStringField   
TBytesField        TInterfaceField    TWordField   
TCurrencyField     TLargeintField     TDataSetField   
TMemoField     

Veja um trecho de código no qual usamos o método FieldByName() da classe TDataSet para obter uma referência a um determinado campo (field) de um ClientDataSet e usamos sua propriedade AsString para obter o valor do campo:

procedure TForm3.Button3Click(Sender: TObject);
var
  campo: TField;
begin
  // vamos obter o campo com o nome "titulo" do registro atual
  campo := ClientDataSet1.FieldByName('titulo');

  // vamos mostrar o valor do campo
  ShowMessage('O valor do campo é: ' + campo.AsString);
end;


Ao executarmos este código teremos um resultado parecido com:

"O valor do campo é: Programando em Java".

Nenhum comentário:

Postar um comentário