terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Saiba mais sobre o dbExpress e como usar esta arquitetura em suas aplicações Delphi envolvendo banco de dados

Uma das características mais significativas do Delphi é seu suporte para os mais diferentes bancos de dados usando diferentes tecnologias de acesso: BDE, dbExpress, InterBase Express, ADO, Borland Data Providers for .NET, etc. Nesta dica abordarei o dbExpress devido à sua forte aceitação no mercado.

Durante as versões iniciais do Delphi houve tentativas de se criar uma API comum para o acesso a vários e diferentes bancos de dados. No entanto, todas as soluções apresentaram um ou mais problemas. Algumas abordagens se tornaram demasiadas complexas, lentas e dificil de distribuir. Outras apresentavam problemas relacionados à complexidade de se escrever os drivers para os bancos de dados, tornando-as limitadas em funcionalidade, lentas e cheias de bugs.

O dbExpress (apresentado pela primeira vez no Delphi 6) supera todos estes problemas ao combinar a abordagem de fornecer uma API comum para vários bancos de dados com a arquitetura provide/resolve da Borland para gerenciar o processo de edição e atualização de dados. 

A arquitetura dbExpress

O dbExpress (anteriormente chamado de DBXpress) foi desenvolvida para atingir os seguintes objetivos:

a) Minimizar o tamanho e uso de recursos do sistema.
b) Maximizar a velocidade.
c) Fornecer suporte cross-platform (independente de plataforma).
d) Fornecer fácil distribuição.
e) Facilitar o desenvolvimento de drivers.
f) Fornecer ao desenvolvedor um maior controle sobre o uso de memória e tráfego de rede.

Os drivers do dbExpress são pequenos e rápidos porque eles fornecem uma funcionalidade muito limitada. Cada driver é implementado como uma DLL única na plataforma Windows e como um único objeto compartilhado na plataforma Linux. Um driver dbExpress implementa cinco interfaces que suportam a obtenção de metadados, a execução de instruções SQL e stored procedures e o retorno de um cursor unidirecional somente leitura para um conjunto de resultados (result set). Contudo, quando usado em conjunto com os componentes DataSetProvider e ClientDataSet para implementar a estratégia de acesso de dados provide/resolve, o dbExpress nos oferede um sistema completo de alta concorrência e de alta performance para o desenvolvimento de aplicações que lidam com bancos de dados SQL.

Os componentes do dbExpress são:

TSQLConnection - Define uma conexão com um banco de dados, similar ao TDatabase.

TSQLDataSet - Representa um conjunto de dados unidirecional de propósito geral que executa a instrução SQL definida na propriedade CommandText. O valor desta propriedade pode ser uma instrução SELECT que retorna um conjunto de dados, uma instrução SQL que não retorna dados ou executa uma stored procedure.

TSQLQuery - Suporta instruções SQL a serem executadas e que retornam um conjunto de dados unidirecional ou atualizam dados ou esquemas de banco de dados.

TSQLStoredProc - Executa uma stored procedure. Se houver um conjunto de dados como retorno este será unidirecional.

TSQLTable - Fornece acesso unidirecional a uma tabela da base de dados.

TSQLMonitor - Usado para interceptar e exibir mensagens transferidas entre um TSQLConnection e o banco de dados.

TSimpleClientDataSet - Combina um TSQLDataSet e TDataSetProvider em um mesmo componente para suportar dados em cache de memória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário